ILLUMINATI ELITE MALDITA


Illuminati (plural do latim illuminatus, "aquele que é iluminado") é a denominação de diversos grupos, alguns históricos outros modernos. Mais comumente, contudo, o termo "Illuminati" tem sido empregado especificamente para referir-se aos Illuminati da Baviera, uma sociedade secreta da era do Iluminismo fundada em 1º de maio de 1776. Nos tempos modernos, também é usado para se referir a uma suposta organização conspiratória que controlaria os assuntos dos vários Estados secretamente, normalmente como versão moderna ou como continuação dos referidos Illuminati bávaros, como sinónimo e cérebro por trás dos acontecimentos que levarão ao estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial, com os objetivos primários de unir o mundo sob uma espécie de tirania global.



SÍMBOLO DOS ILLUMINATIS

" são vários, estes é para ter uma base"




 Coruja de Minerva





A piramide e olho que tudo ver (horus)







ORIGEM DO TERMO

Dado que "Illuminati" significa literalmente os iluminados em latim, é natural que diversos grupos históricos, não relacionados entre si, se tenham autodenominados de Illuminati. Frequentemente, faziam isso alegando possuir textos gnósticos ou outras informações arcanas (secretas) não disponíveis ao grande público.
A designação "Illuminati" esteve em uso também desde o século XIV pelos Irmãos do Livre Espírito, e no século XV, o título foi assumido por outros entusiastas que argumentavam que a luz da iluminação provinha, não de uma fonte autorizada, mas secreta, de dentro, como resultado de um estado alterado de consciência, ou “iluminismo”, que representaria o esclarecimento espiritual e psíquico.
Desta forma, durante os períodos moderno e contemporâneo, foi designado por "Illuminati" um número de grupos (alguns dos quais têm reivindicado o título), mais ou menos marginal e secreto, e muitas vezes em conflito com autoridades religiosas ou políticas; são eles: os Irmãos do Livre Espírito, os Rosacruzes, os Alumbrados, os Illuminés, os Martinistas, o Palladium... e, principalmente os Illuminati da Baviera. Embora as doutrinas desses grupos tenham sido variadas e por vezes contraditórias, a confusão entre eles tem sido muitas vezes mantida e levado às teorias de conspiração de uma sociedade secreta atuando através da história.



ORIGENS

A Ordem dos Illuminati da Baviera foi fundada na noite de 30 de abril a 1 de Maio de 1776 (véspera da famosa Noite de Santa Valburga) em uma floresta perto de Ingolstadt (Baviera), no sul da Alemanha, onde um pequeno grupo de jovens criou e prometeu cumprir os fins da sociedade. Entre aqueles que estavam naquela noite, sabe-se apenas a identidade de três: Adam WeishauptMax Merz e Anton von Massenhausen. O fato de que não se sabe exatamente quem estava presente naquela noite foi a causa da especulação sobre o número de pessoas que criaram a ordem, alguns dizem que eram apenas quatro e outros argumentam que foram treze.
Após a fundação, Adam Weishaupt (que se proclamou a si mesmo o nome simbólico de Spartacus) atraiu seus primeiros seguidores, um estudante de Munique chamado Franz Xavier von Zwack e um barão protestante de Hanôver chamado Adolph von Knigge (Frater Philon) que já havia sido iniciado na Maçonaria e, posteriormente, desenvolveu o Rito dos Illuminati da Baviera, junto com Weishaupt, a quem foi introduzido na loja de Munique: Theodor zum guten Rath.
Graças às habilidades de von Knigge, os Illuminati rapidamente se espalham pela AlemanhaÁustriaHungriaSuíçaFrançaItália e outras partes da Europa e afiliando personalidades como Herder (Damasus), Goethe (Abaris), Cagliostro, o Conde de Mirabeau (Leonidas) e o lendário alquimista o Conde de St. Germain, entre outros. Alguns nobres como o duque de Saxe-Weimar e de Saxe-Gotha, os príncipes Ferdinando de Brunswick e Karl de Hesse, Conde de Stolberg e o Barão Karl Theodor von Dalberg, também figuraram dentro da iniciação iluminada.
Incentivado pelo seu sucesso em conseguir recrutar um grande número de pensadores, filósofos, artistas, políticos, banqueiros, analistas, etc; Adam Weishaupt tomou a decisão de juntar-se a Maçonaria por meio de Von Knigge, e ordenou a infiltração e dominação da mesma.




Em 16 de julho de 1782, numa reunião da maçonaria continental realizada no Convento de Wilhelmsbad, os Illuminati tentaram unificar e controlar sob a sua autoridade todos os ramos da Maçonaria. Embora tenham conseguido se infiltrar nas lojas em toda a Europa, a Grande Loja de Inglaterra, a Grande Oriente de França e os iluminados teósofos de Swedenborg decidiram não apoiar os planos de Weishaupt, contrariando assim algumas das ambições da Ordem.
Devido ao fracasso do movimento, Von Knigge renunciou pensando que seria inútil continuar com os planos e foi para Bremen, onde passou seus últimos anos. Entretanto, Weishaupt recebia a ofensiva dos Maçons da Inglaterra e dos Martinistas, a quem denunciou em seus escritos, argumentando que a Grande Loja de Londres em si foi criada em 1717 por pastores protestantes, que não foram iniciados na Maçonaria, isto é, que foi fundada por profanos sem documentos válidos ou provas.

ILLUMINATIS DOS DIAS DE HOJE


Desde o final do século XVIII até meados do século XX, os Illuminati sobreviveram à sua supressão, por causa de sua infiltração na Maçonaria, e se tornaram o cérebro por trás de grandes eventos históricos como a Revolução Americana, a Revolução Francesa, a Revolução Russa, as Guerras Mundiais e os ataques de 11 de setembro de 2001; levando a cabo um plano secreto para subverter as monarquias da Europa e a religião Cristã visando a formação de uma Nova Ordem Mundial.
Escritores como Mark DiceDavid Icke, Ryan Burke, Jüri Lina e Morgan Gricar além de outros têm argumentado que os Illuminati da Baviera sobreviveram, possivelmente até hoje. Muitas destas teorias propõe que os eventos mundiais estão a ser controlados e manipulados por uma sociedade secreta que se autodenomina Illuminati. Os teóricos afirmam que muitas pessoas notáveis foram ou são membros dos Illuminati, incluindo Winston Churchill, a família BushBarack Obama, a família Rothschild, a família Rockefeller (incluindo David Rockefeller) e Zbigniew Brzezinski,
a(Realeza Britânica), entre outros como na (musica, cinema, artes, mídia, politica, religiões e nas profissões que possam influenciar) .


Veja  os sinais de mão dos Iluministas:





























 Isto só foi a ponta do ICEBERG!!!




O livro de Stephen Knight, The Brotherhood  O Mundo Secreto dos Maçons, A capa  expôe o aperto.Este livro causou sensação e furor após a sua publicação porque revelou que polícia, o judiciário e governo da Grã-Bretanha estão cheias de maçons que dão preferência no trabalho e mostram seu favoritismo oficialmente a seus companheiros maçônicos.
Os sinais de mão secretos dos Iluministas foram feitos  ​​para trabalharem a magia, para evocar os seres sobrenaturais, e, claro, para comunicar mensagens. Por exemplo, o grau mais elevado Masônico, Rosacruz, ou iluminista pode discernir em que nível ritual um irmão se encontra na Arte, isto é “testando seu aperto de mão, ou aderência. É, portanto, um importante modo de reconhecimento. A frase em inglês , comumente usada, “Get a grip”, tem origens maçônicas.”
 O aperto de mão, ou aderência, é um sinal de unidade, unidade de propósito e de fidelidade ou devoção à causa comum. É considerado um vínculo, ou selo, de reconhecimento entre irmãos iluministas.As autoridades maçônicas falam de uma “união mística” ou união espiritual.Certamente, os demônios se reúnem e juntos, desfrutam na empreitada.


O termo "Illuminati" também é geralmente associado com os membros de instituições e sociedades secretas de inspiração ocultista e / ou globalista: os Skull & Bones, Grupo Mesa Redonda, a Sociedade Fabiana, o Royal Institute of International Affairs, o Council on Foreign Relations, o Bohemian Club, o Clube de Bilderberg, a Comissão Trilateral, o Clube de Roma, aFundação Carnegie, a Fundação Rockefeller, etc.




Também sugerem que os fundadores dos Estados Unidos – sendo alguns deles franco-maçons – estavam influenciados pela corrupção dos Illuminati. Frequentemente o símbolo da pirâmide que tudo vê no Grande Selo dos Estados Unidos é citado como exemplo do olho sempre presente dos Illuminati sobre os americanos.





E também citam que usam nas notas a escrita Novus Ordo Seclorum que significa Nova Ordem Secular. Jordan Maxwell, pesquisador dos Iluminati, afirma que 'Novus Ordo Seclorum" pode ser traduzido para "Nova Ordem Mundial".


             http://apocalink.com.br/
Alienação Apocaliptica...
Google Plus

Sobre Alienação Apocalíptica

COMPARTILHE: