PUTIN ADVERTE: A SITUAÇÃO NA COREIA DO NORTE "PIOROU SERIAMENTE"


"Pedimos a todos os Estados envolvidos nos assuntos da região, que se abstenham da retórica militar e busquem um diálogo pacífico e construtivo".

Embora seja fácil descartar a retórica do líder norte-coreano Kim Jong-un como delírios de um louco, os líderes mundiais parecem ter uma visão diferente.



Com o presidente Trump tendo implantado uma frota de ataque Naval junto a Coreia do Sul, a China mobilizando mais de cem mil soldados na fronteira, e a Rússia seguindo com uma mobilização em sua fronteira sul com a Coreia do Norte, parece que um conflito é iminente.

Se isso vem na forma de uma desescalada, a Coreia do Norte deve eliminar seu programa de armas ou guerra total na forma de ICBM, Tomahawks e tropas no terreno, uma resolução para o problema provavelmente será visto nas próximas semanas e meses.

E enquanto esperamos que as cabeças mais frias prevaleçam, isso parece evidenciado por declarações da Administração Trump, bem como do presidente russo Vladimir Putin, que a guerra pode ser o cenário mais provável:

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou que a crise sobre o programa nuclear da Coreia do Norte está se aprofundando depois que a questão dominou as negociações com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em Moscou.


Ele e Abe acreditam que a situação na península coreana "deteriorou-se seriamente", disse Putin na quinta-feira após a reunião do Kremlin. "Pedimos a todos os Estados envolvidos nos assuntos da região que se abstenham da retórica militar e busquem um diálogo pacífico e construtivo".



O diálogo é certamente uma abordagem, mas se um vídeo divulgado pela Coreia do Norte hoje é qualquer indicação do tipo de diálogo que o Estado rebelde deseja manter, então é hora de se preparar para a guerra.

O vídeo foi lançado apenas alguns dias depois que a Coreia do Norte realizou exercícios de artilharia em grande escala, mostrando armas convencionais que podem chegar facilmente à capital da Coreia do Sul, em Seul. Ele também chega um dia depois de todo o Senado ter se reunido na Casa Branca receber um briefing dos principais generais de Trump sobre a situação na Coreia do Norte. Ao mesmo tempo, o submarino norte-americano, USS Michigan, o qual carrega mísseis de cruzeiro Tomahawk, atracou no porto sul-coreano de Busan esta semana. O porta-aviões USS Carl Vinson, juntamente com os destróieres e cruzadores que compõem seu grupo de ataque, chegará na área da Península Coreana neste fim de semana.

                              Via Zero Hedge: North Korea Blows Up US Carrier, Capitol In Propaganda Video
Se uma guerra com a Coreia do Norte for iniciada, provavelmente será mais rápida, especialmente desde que a primeira ordem de negócios será a eliminação de Kim Jong-un pelas forças especiais dos EUA, e a China parece estar apoiando o presidente Trump com o apoio das tropas na fronteira.

O desconhecido neste cenário, entretanto, é se os norte-coreanos têm ou não mísseis nucleares capazes em seus submarinos, o que poderia levar a uma troca nuclear maciça com a Coreia do Sul, o Japão e os Estados Unidos. Aliás, os aviões e navios de caça submarinos foram desdobrados da costa da Califórnia há apenas duas semanas, com a especulação de que eles estavam procurando por um submarino norte-coreano.

Embora suas capacidades nucleares sejam limitadas e o país provavelmente só tem um punhado de tais armas, na verdade basta um ataque e todo o mundo pode entrar em pânico.

Talvez ainda mais alarmante seja o fato de a Coreia do Norte ter enviado dois satélites para o espaço, com alguns pressupostos de que poderiam conter armas nucleares com capacidade EMP a bordo. Se tal dispositivo fosse detonado a 200 milhas sobre o centro dos Estados Unidos, isso poderia tornar toda a nossa infra-estrutura de rede inútil. Os pesquisadores têm teorizado que tal cenário poderia levar à morte de 90% dos americanos dentro de um ano devido à fome, doença e conflito civil.

Tais cenários ao longo da história têm sido muitas vezes um horizonte de eventos de tipo - ninguém sabe realmente o que virá do outro lado, razão pela qual instamos nossos leitores a se prepararem para o pior só por precaução.

Via: http://www.anovaordemmundial.com/2017/04/putin-adverte-a-situacao-na-coreia-do-norte-piorou-seriamente.html#ixzz4fkPDqelz
Google Plus

Sobre Alienação Apocalíptica

COMPARTILHE: