ANÁLISE DO FILME “V FOR VENDETTA” , SUAS REFERÊNCIAS GNÓSTICAS E COMO A ELITE CONTROLA A OPOSIÇÃO

No  filme dos irmãos Wachowski “V for Vendetta” , vemos uma sociedade sujeita a  regime fascista  e um herói disposto a libertá-los da opressão. Onde muitos acreditam na criação um novo conceito de liberdade, na verdade uma outra realidade é exposta de como a indústria do cinema é usada para controlar a futura  oposição e implementar a “Ordem no Caos”.

Os irmãos Wachowski, conhecidos pela saga sci-fi “Matrix”, fizeram a adaptação cinematográfica do graphic novel “V de Vingança”, escrita por Alan Moore. O escritor britânico, chamado por muitos como o Shakespeare dos quadrinhos, tem um curioso fascínio pelo ocultismo e que não teve problemas em usa-lo no graphic novel. Com base em seus próprios escritos e referências ocultas veremos como o filme “V for Vendetta” promove o gnosticismo e o anarquismo como resposta a uma futura nova ordem mundial.
Alan Moore e Aleister Crowley
Muitas das referências ocultas em hollywood tem uma relação estreita com os ensinamentos do satanista e praticante de magia negra  Aleister Crowley. No caso de Alan Moore, autor da graphic novel “V de Vingança” e outro conhecido como ”Constantine”, ”Liga Extraordinária” e ”Do inferno”, Alan Moore reprovou a realização do filme antes mesmo das filmagens. revelou publicamente que desde jovem tinha um fascínio com os escritos do ocultista.
“Acompanho Crowley desde que eu tinha doze anos quando eu tive a minha leitura das brochuras Dennis Wheatley, onde ele disse que Aleister Crowley era o homem mais bizarro do mundo. Há referências a Crowley em V de Vingança”.
Alan Moore

Em um dos manifestos de Aleister Crowley chamado “O livro da Lei” , de modo profético ele anuncia o início de “A Era de Horus” ou Era de Aquário. Uma era onde o cristianismo terminará ao iniciar o reinado de Horus, ou de Lúcifer. O que vemos em “V for Vendetta” é na verdade a adaptação deste livro ocultista, que de uma forma mais sutil, sugere a chegada de um personagem que iria acabar com o regime “ditatorial” do cristianismo. Em outro dos ensinamentos ” O Livro da Lei “, explica que uma das principais doutrinas da nova era satânica é “Faça o que tu queres, que há de ser tudo da lei”. Mesmo na graphic novel de Alan Moore, vemos o uso desta frase durante as várias conversas(em inglês, não consegui encontrar em português).
Página 270 
Página 187
Aleyster Crowley afirmou que influenciando a cultura popular,  seus seguidores poderiam manter contato com várias entidades e que mediante a canalização estes poderiam afetar as massas. Levando isso para as próprias palavras de Moore, podemos garantir que ele estava sendo influenciado por essas entidades, mesmo antes da praticar a magia de Crowley. Ele menciona:
 “Eu descobri que eu não podia ir mais longe com a escrita sendo estritamente racional. Se eu queria ir mais longe com a minha escrita, que fosse mais intensa, mais poderosa, fazê-lo expressar o que eu queria dizer, eu tinha que ir além da tecnologia e idéias racionais escritas sobre algo que era transracional, posso dizer, isso é magia. “
Alan Moore , entrevista com Matt Brady.
Ambos os quadrinhos e o filme mostram como o personagem principal de “V” tem uma experiência que se relaciona a um despertar espiritual. Isto foi um reflexo da experiência de Moore no gnosticismo, no qual foi orientado por essas entidades. Ele menciona:
“Sim, no dia em completei quarenta anos,  decidi que iria se tornar um mago. Isso foi em 18 de novembro. No dia 7 de Janeiro do ano seguinte, foi quando de repente um raio me atingiu. Foi tudo um pouco estranho. Durante dois meses depois, eu estava provavelmente em algum estado esquizofrênico. Fiquei realmente mal, e balbuciei por alguns momentos. Era uma resposta natural. Balbuciando como um idiota. estou surpreso que, quando eu me lembro que eu estava dizendo – um monte de coisas que pelo menos faziam um certo de sentido, porque eu estava em uma espécie de névoa divina “Eu vejo tudo agora” Você sabe, e foi insuportável por dois ou três meses, mas.. agora isto esta integrado em mim pelo resto da minha vida. agora eu posso fazer frente a funcionalidade em um nível prático. “
(…) “Eu estava aparentemente em uma conversa com uma entidade … (que) a presença estava circulando na minha cabeça, movendo-se e falando com lucidez “
-Alan Moore
Na graphic novel, vemos um caso semelhante, onde o personagem  Finch tem uma revelação gnóstica com sintomas muito semelhantes aos descritos por Moore. Finch ingeriu LSD para experimentar a mesma experiência de “V” e ser capaz de compreendê-lo e encontrá-lo. Nesta viagem causada pelos efeitos da droga, ele está em uma prisão, um reflexo da sociedade de hoje e da qual deve libertar-se. Outra diferença é que, nos quadrinhos, o personagem V faz discursos a favor da anarquia e da ausência de líderes(Qualquer semelhança com a nossa realidade terá sido mera coincidência???).
Parte de sua iluminação leva a despir-se, da mesma forma que o “V” e Eva.

Em seguida, o personagem fala sobre seu novo estado de iluminação: “… o caminho … a verdade e a vida” como uma contradição com as palavras pronunciadas por Cristo como como a única maneira de chegar a Deus (na gnosis o homem é o seu próprio salvador). O personagem de Finch sofre a mesma iniciação gnóstica mencionda pelo escritor Alan Moore, ambos foram libertados de todas as restrições e agora estão livres para seguir a doutrina satânica de Crowley, “Faça o que quiser”, sem qualquer problema de consciência. Mais sobre o gnosticismo oculto é visto na análise do filme “V for Vendetta”.
A realidade sobre as mensagens ocultas em Hollywood é muito complexa e, no caso de “V for Vendetta”, vemos que há mais de uma camada de interpretação. Isso também já foi visto em minha outra analise do filme “300”, os filmes contém mensagens não apenas gnósticas, mas também muita simbologia de programação de mk-ultra. Isto é muito similar a um holograma que mostra imagens diferentes dependendo do ângulo em que você olhar para ele. Em “V for Vendetta”, vemos três interpretações principais:
 1 – Superficial, de um governo corrupto e fascista foi derrubado pela rebelião causada por “V”.
2 – A referência ao processo de controle da mente baseado  no trauma .
3- O processo de iluminação através da gnosis.
 É a primeira opção que a maioria compreende e é  com o qual muitos estão identificados, no entanto, este é apenas o lado superficial do filme e não é o verdadeiro reflexo do que essas produções buscam em seus espectadores. Aqui está um breve resumo das duas outras interpretações e seu verdadeiro propósito para a elite.
 Interpretação Gnóstica de Cinema
 Depois de de um vírus mortal ter devastado mais de 100.000 pessoas, com o caos e a revolta que se instalam, a população da Inglaterra reage com medo e escolhe um sistema fascista do governo para restaurar a ordem. Esta solução sem embargo no entanto vem com um preço alto: a perda da liberdade.

O chanceler Adam Sutler, líder do partido fascista tem o símbolo da Cruz de Lorraine.

A Cruz de Lorraine tem uma longa história e é considerado o símbolo de uma das muitas “irmandades” que comandam o planeta. Ele tem origem na França, e Joana D’Arc foi conhecida por levar uma bandeira com este símbolo nas batalhas. Em “V for Vendetta” o uso de uma cruz dupla para representar o partido fascista não é desprezível, O Chanceler Sutler representa não só um líder político, mas também religioso. Usando no filme uma línguagem criptografada expõe o líder fascista como um representante de Deus que busca exercer as suas regras e leis sobre a terra. Como vimos em outros filmes, a inversão de um tipo bom por um cara mau é uma estratégia amplamente utilizada em filmes para a aceitação do gnosticismo. No caso de “V for Vendetta”, o tirano representa Deus.

O anúncio do partido inclui a frase “Força através da unidade, unidade através da fé.” Em outras palavras: “A resistência por meio da fé.” Resistência da teocracia depende da fé dos cidadãos. Na teologia gnóstica, o Demiurgo (Deus) exige fé, enquanto Lúcifer demanda que obtenhas conhecimento.

Essa predisposição é necessária introdução do herói ou para ser mais exato um “salvador” contra o governo tirânico de Deus. Esta é a pessoa que representa o desejo humano de liberdade e, neste caso, os telespectadores, são sutilmente levados a qualquer filosofia, vento de doutrina ou modo de pensar que esta propõe.

“V” faz o papel de libertador, o primeiro que se levanta contra o regime opressivo de Adam Sutler.

Este personagem vestindo uma máscara de Guy Fawkes, uma peruca e algumas habilidades com facas, bombas e de artes marciais,  fica com a missão de derrubar o regime nazista e incentivar a população a uma revolução. Embora à primeira vista aparente a liberdade de expressão e da democracia, na realidade é uma reminiscência de Lúcifer, o primeiro a se rebelar contra o governo de Deus. Do ponto de vista gnóstico, Lúcifer foi quem libertou a humanidade da submissão ao Deus cristão, a barragem tinha o que a humanidade através da ignorância e as limitações da matéria.

Em uma cena de quadrinhos “V” é apresentado a um ministro e diz:“Eu sou o diabo e eu estou aqui para fazer a obra do diabo”.

Apesar de seus métodos radicais, “V” tem a ajuda de uma jovem chamada Evie Hammond (Natalie Portman), uma referência a Eva que, inadvertidamente, se torna sua aliada depois que ele salvou a vida dela uma noite em um beco escuro. Para além da luta contra o governo de Sutler, o que vemos em grande parte do filme é o quanto Evie é seduzida por “V” (Lucifer) e é doutrinada na gnosis. “V” explica que ela deve perder o medo da morte e só assim ela pode ser livre da sua prisão mental. Esta é uma clara referência à Bíblia(”É CERTO QUE NÃO MORREREIS…”) e como Eva também foi enganada por Satanás a se rebelou contra Deus e aceitou o fruto proibido. Curiosamente o nome do líder fascista também é Adam Sutler, uma reminiscência de Adão, que foi feito à imagem e semelhança de Deus. Na gnose Satan é revertido como o Salvador, da mesma forma que o “V” é o Salvador contra o governo fascista de Sutler.

Depois de Evie(Eva)perder o medo da morte é levada para o telhado para experimentar o seu batismo gnóstico. Ela encarna o mesmo espírito de “V”.


O mesmo processo … de iluminação.
Evey descobre que “V” quer fazer ”o que eles quiserem fazer e há de ser o todo da lei”, porque sem medo da morte eles podem tornar-se seu próprio Deus. Esta perda de todo o medo do governo de Sutler(Deus) a leva a fazer sua própria vontade, uma maneira muito alegórica de representar a lei proposta pelo satanista Aleyster Crowley em “O Livro da Lei”.
Outra cena perturbadora e parte importante do processo de “iluminação” de Evey é a história de uma jovem lésbica, que, como ela, foi sequestrada e torturada pelo governo do Sutler. Ela conta como a discriminação e a intolerância por causa de sua opção sexual terminou no assassinato de seu parceira e sua prisão para experimentos científicos. Enquanto a história é cruel e comovente, esta é apenas uma parte da programação para identificar Sutler como porta-voz de Deus.


Uma história sentimental sobre a intolerância é usada para promover a aceitação da homossexualidade.

O fato de que a Bíblia condena o homossexualismo como pecado tem sido parte de um debate longo e apaixonado pelo movimento gay, a curiosidade, que é O MOVIMENTO GAY  É FINANCIADO POR SUBBGRUPOS ILLUMINATI como a Fundação Rockefeller. A maneira que as massas percebem este problema complexo está sendo condicionado e inclinado para a completa  aceitação da homossexualidade como natural, ignorando que parte da agenda illuminati é a abolição do casamento e da família através de homossexualidade. O que realmente define esta parte do filme e todo o movimento gay, em geral, é, literalmente, Deus é um opressor, então … “Faça o que você quiser é sera  tudo da lei”.
Muitos logotipos dos movimentos gays tem a pirâmide Illuminati, ou o sol illuminista:
                            
Acima: na logos de grupos glbt, o triangulo maçônico. Um dos muitos grupos gays que sustentam a doutrina não-científica e amoral sobre a homossexualidade e sintam seu deboche.

No final do filme toda a população da Grã-Bretanha aceita a mensagem revolucionária de “V” e marcha em direção ao Parlamento com o mesmo máscaras de Guy Fawkes.
A mensagem gnóstica de “V” foi entregue e aceita pelas massas, que por sua vez se unem e marcham contra o regime “opressor” de Deus.

No aspecto religioso do filme  vimos como o criador de “V for Vendetta”, Alan Moore, admite que o satanista Aleyster Crowley influenciou diretamente o seu trabalho. Vimos também como esta mensagem é específica sobre a iluminação e a lei satânica “Faça o que você quiser tudo será lei”, o que em última análise é refletido no filme como uma doutrinação para aceitar a gnosis  e rejeitar as leis Deus. Se você ainda duvida leitor sobre a relação de Alan Moore com o satanista Aleister Crowley, há muito mais referências desta natureza na obra de Moore.

Uma foto de Aleyster Crowley com 14 anos foi usada por Moore para um de seus romances de ocultismo. 

O Simbolismo de Controle mental
Inspetor Finch trabalha no caso de “V”, mas os eventos se desdobram e uma longa lista de pessoas ligadas ao Centro de Detenção Larkhill começam a aparecer mortos. É revelado que o “V” era um paciente que passou por uma transformação durante sua prisão em Larkhill, onde, como muitas vítimas ficaram traumatizadas e utilizadas para experiências como se fossem animais. Muitas das vítimas morrem, mas “V”, não só sobrevive, uma anormalidade genética nas propriedades do seu sangue gera habilidades físicas e mentais, mas também torna-se uma pessoa “que não consegue se lembrar quem era ou de onde veio.” Todas essas referências são maneiras de externalizar os projetos CIA sobre o trauma de controle da mente baseado em abuso ritual satânico de crianças. Para entender completamente leia o tópico  ”Origens e técnicas de controle da mente Monarca”. Muitos desses experimentos são para desenvolver habilidades sobre-humanas e psíquicas para a guerra, exatamente como o personagem de V.

O simbolismo de máscaras e espelhos estão intimamente ligados ao controle da mente e transtorno de personalidade múltipla.

Nas primeiras cenas do filme, vemos como “V”  coloca a máscara de frente de um espelho antes de ir para derrubar o “Old Baily”. Depois então isso joga a máscara contra o outro espelho que cai em pedaços. Espelhos quebrados, são símbolos usados ​​por manipuladores de controle da mente para dividir psique da vítima e criar multiplas personalidades monarcas, espelhos são usados ​​em conjunto com as drogas e programação hipnótica para criar a ilusão de uma segunda personalidade, que, do ponto de vista da uma pessoa sob esses efeitos é muito real e traumático. Podemos ver essas mesmas referências em filmes gnósticos como Vanilla Sky ou ” De Olhos Bem Fechados”.

Em ” o significado oculto de “Clube da Luta” e sua relação com a Nova Ordem Mundial(Disponível em breve no Apocalink, já está pronto)“, o personagem principal passa por uma transformação espiritual gnóstica comparado a uma Fenix. Seu antigo eu morre e uma nova personalidade renasce das cinzas, no caso de V. .. é literal. Ele emerge de um incêndio em Larkhill, sai das chamas com um grito de ira, resultando no alter anárquico “V” e seu desejo de destruir a sociedade. Conectando os fatos de sua experiência como a tortura que sofreu, a incapacidade de se lembrar de seu passado, o desenvolvimento de novas habilidades e precisam de uma máscara para desenvolver sua nova persona, demonstra um forte paralelo com técnicas de controle mental monarca.
Máscara de Guy Fawkes : Esta máscara representa a programação mental ”ROSTO DE PORCELANA”, na qual se usa tortura pelo fogo e queimaduras.
Fritz Springmeier menciona em seu livro sobre o assunto:
“A tortura com fogo e queimaduras é usada na programação “rosto de porcelana “ … As memórias das torturas e abusos são, então, hipnoticamente escondidas por trás das máscaras … Isto significa que estas alter personas, pela tortura e hipnose, perderam seus próprios rostos! ” 
Fritz Springmeier, The Illuminati Formula to Create a Mind Control Slave
Outros simbolismos de controle mental também são mostrados durante o filme, como borboletas dissecadas no covil de “V” , a tortura física e psicológica de Evey e os dominós vermelho e  preto(figura baixo).

Enquanto os eventos estão tomando significativo sentido para o inspetor Finch, “V” representa as conseqüências de um efeito em cadeia(ou efeito ”borboleta”.

Da mesma maneira como no filme, o dominó tem dois significados simultâneos. Enquanto, por um lado, vemos  a revolução de V e a luta pela liberdade, por outro lado expõe a realidade de uma vítima  de controle da mente Monarca;
 “As pedras de dominós foram utilizados para a codificação, mas também tinham a função de programação para mesclar as alter personas para que se o sistema for manipulado fora de seqüência, um efeito dominó aconteceria. Esse efeito dominó é para iniciar um outro programa e este outro programa por conseguinte outro. Logo a mente do escravo monarca estaria tentando lidar com dezenas de programas  de suicidio executados simultaneamente … “
Fritz Springmeier, The Illuminati Formula to Create a Mind Control Slave
Assim como você pode observar no filme o ” Clube da Luta”, o personagem principal é apenas um agente provocador do caos, que depois de completar sua missão que estava prevista ele opta pelo auto-sacrifício. Isso ocorre porque muitas das vítimas de controle da mente foram programadas para cometer suicídio depois de cumprir sua missão e eliminar todas as conexões que os ligam aos poderes que manipulam esses eventos nas sombras, e isto inclui … eles mesmos!
“V” faz sua atuação final em uma batalha contra uma dúzia de homens armados, ele sabe que vai morrer, porque ele mesmo menciona:

 “por trás deste corpo, há uma idéia … e as idéias são à prova de balas.” 

Ele não tem nenhum desejo de sobreviver, a única coisa que o move são os seus ideais. Seria isso o que as vítimas da programação monarca sentem?
Especificamente os agentes provocadores do caos são uma representação de uma ideologia maçônica antiga, que é a realização de seus planos para a população pela infiltração do caos, medo, confusão e da crise, a fim de implementarem novas políticas e leis que são favoráveis ​​para a elite. Ele também é um dos galardões mais altos nos graus da Maçonaria.

ÁGUIA BICÉFALA – a insignia do grau 33 da Maçonaria com o texto “ordo ab chaos” (ordem a partir do caos) por cima.

 Enquanto uma das divindades adoradas na alta Maçonaria é Baphomet, coincidentemente o logotipo vermelho de “V” é muito semelhante ao pentagrama de Baphomet, a cabeça de cabra, usado em práticas ocultas e sacrifícios rituais. A única coisa que mais óbvia são as orelhas, que formam outros dois triângulos do pentagrama. As cores preto e vermelho também são usados ​​em vários rituais illuminati.

Como o mesmo V disse: “Eu sou o diabo, vim para fazer a obra do diabo”.


Em conclusão:

Em suma, “V for Vendetta”, afirma especificamente uma coisa: A rebelião contra Deus , o qual pela perspectiva gnóstica,  é representado como um ser fascista, opressor, intolerante e tirânico. Em contrapartida a este problema, o filme oferece a gnosis como um modo de pensar baseado no homem como seu próprio salvador e que são baseadas nas doutrinas do satanista Aleister Crowley. É importante salientar também que tanto a história escrita por Moore e as cenas explícitas dos irmãos Wachowski são um claro exemplo de desinformação. Quando uma parte respeitável da população pode ver que estamos sendo conduzidos por uma elite de poder, o primeiro passo foi o de controlar as suas crenças, o que resulta em oposição ao mesmo serviço da elite.
Nós já sabemos que o objetivo final da máquina de propaganda de Hollywood é a transformação da sociedade como um todo, mas a sociedade no filme é representada por Evey como a mãe / útero de transformação. Seu nome tem um duplo significado: por um lado, ela representa o “Nova mulher”,  como a Eva bíblica. Ela é uma figura contrastante com Adam Sutler, que, como o Adão bíblico, foi criado à imagem de Deus – Sutler, como sabemos, é a imagem de Deus no filme. É Evey que é transformada no filme a partir de um trabalhador  tímido ao revolucionário e destemido até o final – o agente de mudança é V, lembre-se que era Eva no Jardim do Éden, que foi tentada por Satanás. Por outro lado seu nome também faz alusão à véspera (noite anterior) da Golden Dawn, o alvorecer da nova era. 
Percebemos  uma coleção de borboletas na parede. A borboleta é também um símbolo da transformação da forma bruta ao estado transcendente – “ficar sem asas” é um símbolo de alcançar a divindade. Quanto à identidade do próprio V, ele não precisa ser considerado uma representação específica de Satanás, necessariamente: o “espírito do anticristo” pode ser mais apropriado aqui, pois é enfatizado por ele ser realmente uma idéia. Pois assim como o anticristo ele não tem nome, sem história, sem rosto e sem memória, ele é apenas um produto de seu ambiente. 
Os soldados se demitem, assim como os altos escalões do governo estão mortos – o governo(de Deus) foi  decapitado – e ninguém está dando ordens. V está morto, mas seu espírito (liberdade / Anticristo) se espalhou como um vírus e infecta as pessoas; porque, como eles continuam lembrando o espectador, as idéias não podem ser mortas. As massas que até aqui enfrentaram a ameaça de morte pelas armas dos soldados e agora estão livres de suas prisões de medo. As coisas serão diferentes agora, esta é uma revolução. Explode o Parlamento. Finch pergunta a Evey, ” Quem era ele? ” Evey: ” Ele era Edmond Dantes. E ele era meu pai, e minha mãe. Meu irmão, meu amigo. Ele era você, e me Ele era todos nós.. . ” Torna-se muito difícil não simpatizar com um assassino vigilante que é de todos nós. 
Agora, para evitar  comentários como “ALIENAÇÃO APOCALIPTICA, o que você tem contra a liberdade?”.  Precisa ser enfatizado que existem duas histórias aqui:
A narrativa visível e a oculta. O enredo aberto é a ditadura corrupta, as pessoas são muito receptivas a este tema, porque, bem, ditaduras são corruptas. Mas o investimento emocional e intelectual da narrativa aberta  é feita pelo espectador que faz  a susceptibilidade à narrativa oculta: a da rebelião contra Deus, o Cristianismo, a Bíblia, um ódio da religião, e assim por diante. Esta é a revolução final, a  rebelião contra Deus. Este é o truque que está sendo constantemente jogado para fora das tela. Deus, Jesus Cristo e o cristianismo são continuamente simbolicamente retratados como o fascistas, opressores, o progresso suprimindo, ignorantes, violenta ditadura tirânica.

“Não se estabelece uma ditadura a fim de salvaguardar uma revolução; se faz uma revolução, a fim de estabelecer uma ditadura.” – Nineteen Eighty Four(1984)

A ordem através do caos sendo estabelecida no Brasil…

Este país, juntamente com muitos outros, está sendo empurrado para a beira da revolução. Isso é intencional. Os líderes luciferianos  AGORA sabem o que estão fazendo, eles já fizeram isso antes.São Tão maus hoje como foram antigamente, a ditadura pós-revolução é a certeza de será muito pior. O que virá depois? Destruição dos templos? Morte aos cristãos?
 Mateus 10:28:
 28 Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno.

 

Esta ditadura teocrática é realmente o diabo disfarçado com sua máscara. Em termos de cosmologia gnóstica, acreditava-se que o Senhor era realmente Satanás disfarçado de Deus. Há alguma ironia pretendida aqui também: a maioria, se não todas as pessoas, estão usando máscara de alguma forma ou de outra, V, no entanto, que usa uma máscara literal é o mais mascarado de todos, além do que ele realmente é, um vilão. Em um semelhante observar,  O Cavaleiro das Trevas , onde o herói mascarado aceita o papel de vilão estoicamente para o bem maior. Deveríamos, então, simpatizar com o diabo? Será que ele foi demonizado por sua cruzada contra Deus? Será que ele foi difamado por trazer a gnosis e tentar libertar-nos? A resposta para todas essas perguntas é um sonoro ”Não !”. Ele  é o príncipe de decepção. V é caracterizado tanto como o herói e o como vilão, mas aos olhos de quem? A fórmula de Hollywood é simples: confundir a questão, em seguida, fornecer pistas para a resposta. O chanceler do regime teocrático de Norsefire é Adam Sutler (Adolf Hitler). “Norse” significa norte, tornando este o regime Northfire, que é provavelmente uma alusão sutil para o “monte do Deus” para o norte encontrado em Isaías 14:13: “E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu , eu exaltarei o meu trono acima das estrelas de Deus: Eu vou sentar também sobre o monte da congregação, nos lados do norte… “.
Na superfície pode parecer apenas como um substituto para a suástica, mas o acasalamento da ditadura teocrática opressiva, juntamente com um símbolo de engano encontraremos uma continuidade temática: a farsa da “. Religião”.  A ironia é que muitas pessoas hoje em dia se acham iluminadas por acreditarem que o Deus bíblico é um ditador e que a religião (cristianismo) é opressiva, sem terem quaisquer pista sobre o que está realmente acontecendo: a religião que eles vão seguir é a verdadeira ditadura opressiva.
Obviamente, como editor deste blog, eu não tenho nada contra a liberdade ou a liberdade de expressão, o único objetivo do artigo foi mostrar que este filme não expõe e nem tenta parar a nova ordem mundial, mas sim, prepara massas para a aceitação da nova religião mundial. Mais importante ainda, o que isso mostra é que Lúcifer é o enganador e pai da mentira, predisposto a usar qualquer arma para negar o amor de Deus por sua criação. Muitas pessoas têm fortes laços com essa crença gnóstica, mas a verdade é muito diferente, Deus não precisa que sejas um escravo ou vivas sob a opressão, ele nos deu a maior mostra de amor que podemos receber apenas com o desejo de sermos livres e não vivermos mais em condenação, afinal o nosso reino não é deste mundo tenebroso.
 16 Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito[*], para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
[*] Ou Único; também no versículo 18.

João 3:16


 20 Ai dos que chamam ao mal bem e ao bem, mal, que fazem das trevas luze da luz, trevas, do amargo, doce e do doce, amargo!

(Isaias 5.20)

 Só devemos ter olhos para ver e ouvidos para ouvir.
Créditos importantes:
Apocalink
GoodFight Ministries
Google Plus

Sobre Alienação Apocalíptica

COMPARTILHE: